Projeto PÉS ​® 2019 

+55 61 98119.9443

contatoprojetopes@gmail.com

Produção

Apoio

espetáculos

Em meados de 2011, durante os laboratórios realizados no projeto, que neste momento se utilizavam de objetos lúdicos como massa de modelar, balão, cordas e chocalhos, entre outros, para identificação dos movimentos dos alunos e a pesquisa de um novo (ou maior) repertório de movimentos expressivos identificados pelos mesmos, percebe-se neles (em nós) um interesse e até ansiedade pela busca de um objeto final de apresentação daquelas aulas. Ainda que fosse apenas uma cena e até sem público. E assim foi. Preparamos uma cena a partir de uma das aulas e nos apresentamos em sala. Arruma-se o que se quer; apresenta-se novamente; arrumam-se outras coisas; uma nova apresentação e agora com rostos satisfeitos. Em grupo, achamos que era momento de um terceiro olhar, uma plateia, ainda que somente os pais e mães. E assim foi. Aparecia uma primeira cena de trabalho e um grande contentamento por parte de todo o grupo. Nascia com isso o interesse de mais ‘terceiros olhares’, de mais plateias e aí, uma nova palavra ao nosso vocabulário de encontros e laboratórios: os ensaios.

 

Apresentadas as ideias iniciais deste trabalho, seu mote de criação e os desdobramentos pessoais por ele gerados, temos, por fim (e não apenas como único fim) a apresentação dos espetáculos, impulsionados pelo desejo mútuo entre pesquisador-diretor e alunos-dançantes; todos aqui, criadores. Citamos os espetáculos como um fim, mas não seu único fim, devido ao fato de que na elaboração do Projeto PÉS não se objetivava a criação de espetáculos pelo grupo, porém, tampouco a ideia era descartada. Além do objetivo do projeto, com a experimentação dos exercícios, o interesse e desempenho dos alunos serviu como impulso para a criação do primeiro espetáculo, intitulado Klepsydra, estreado em Novembro de 2011. A repercussão gerada, a aceitação da plateia e o empoderamento social adquirido pelos alunos fazedores do espetáculo, imprimiu-lhes, uma nova vontade no projeto: a vontade de serem vistos, a vontade de se apresentarem protagonistas de sua ação. E com isso, a permanência no trabalho do grupo e a criação dos demais espetáculos.

klepsydra (2011)

foto: Hugo Veiga

grão(s) (2013)
similitudo (2015)
ludo (2016)