Desde ontem

17 May 2012

Dançar ontem foi para mim poético. 
De fato nos, dançantes, conectamos e deixamos nossos corpos embalar a mesma dança.
Num mesmo ritmo e com a mesma vontade conseguimos:
Tocar e ser tocado,
Conduzir e ser conduzido,
Perceber e ser percebido,
Levar e ser levado.
Hoje esse dançar permanece na memória do meu corpo, 
que ao lembrar já quer se mover.
Talvez não com a mesma vontade e nem com o mesmo ritmo, 
mas sim com a mesma intenção de explorar o espaço, o tempo e o corpo do outro.

por Alessandra Terra.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Meu Pés! Nosso lindo Pés!

May 31, 2018

1/3
Please reload

Posts Recentes

February 26, 2019

February 21, 2019

August 28, 2018

April 9, 2018

April 4, 2018

March 31, 2018

March 23, 2018

Please reload

Arquivo